Foto: Felipe Knoller

Neste sábado (22) o coordenador do programa de governo de Ciro Gomes e professor titular da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo, Nelson Marconi, apresentou o seu plano de trabalho para a Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini para os próximos anos.

O programa pretende qualificar os quadros militantes do PDT, mas servirá de base também para a atuação do partido no estado em diversas esferas da sociedade, da academia aos movimentos sociais. Segundo Marconi, o partido, a partir da qualificação dada pelo trabalho da FLB-AP, deve perseguir um aumento significativo no seu número de quadros, voltando a ampliar, assim, o contato de base.

Junto a Marconi, estiveram também presentes o professor da Unicamp e coordenador do programa energético de Ciro Gomes, Gonçalo Pereira, que tocará os trabalhos da FLB-AP a nível municipal na cidade de São Paulo; a deputada federal Tabata Amaral; Gleides Sodré, presidente da AMT do estado de São Paulo; Sebastião Almeida, ex-prefeito de Guarulhos.

O projeto da Fundação foi apresentado em seix grandes eixos temáticos:

  • – Escola de Candidatos (curso de formação para lideranças para o legislativo)
  • – Formação Programática (cursos sobre a estratégia nacional de desenvolvimento)
  • – Criação de Grupos de Trabalho para a discussão dos grandes temas nacionais
  • – Contato de base (aproximar, com uma linguagem acessível, a população para o PDT através de trabalhos orientados)
  • – Comunicação militante (atuação coordenada nas redes sociais)
  • – Portal de notícias e análises com os trabalhos da FLB-AP para fomentar a futura formação de think tanks

Veja como foi:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4

Quer participar dos eventos do PDT/SP?

Acesse nosso grupo no WhatsApp e fique ligado!